skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
28 setembro 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Grávida acompanhada no hospital de Guimarães morre e entidades investigam

Redação
Saúde \ quarta-feira, agosto 30, 2023
© Direitos reservados
A mulher de 26 anos, grávida de 35 semanas, morreu na segunda-feira, quatro dias depois de fazer exames no hospital. Inspeção-Geral das Atividades em Saúde abre inquérito.

Uma mulher de 26 anos, grávida de 35 semanas, e o bebé em gestação morreram na segunda-feira, quatro dias depois de uma ida ao Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães (HSOG), responsável pelo acompanhamento. Vânia Alves deslocou-se à unidade hospitalar em 24 de agosto, com queixas de falta de ar, e realizou uma série de exames que nada detetou, o que levou o HSOG a dar alta à paciente.

Na segunda-feira, os Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Guimarães (VMER) foram acionados para se deslocar a São Clemente de Sande, freguesia onde residia a mulher que viria a morrer a caminho do hospital, juntamente com o bebé.

Face ao sucedido, a Entidade Reguladora da Saúde instaurou um processo de avaliação e a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde instaurou um processo de inquérito com vista ao “cabal esclarecimento” do caso, avançou esta quarta-feira a Agência Lusa.

Já o HSOG adiantou, também à Lusa, que lamenta a morte de Vânia Alves e do bebé, que se solidariza com a família num “momento difícil” e que atuou sempre de acordo com os protocolos estabelecidos para assistir uma utente com comorbilidades; sofria de mais de uma doença.

O funeral de Vânia Alves está marcado para as 11h00 de quinta-feira, na Igreja Paroquial de Corvite. O corpo vai depois a sepultar no cemitério dessa mesma freguesia.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #58