skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Câmara lança concurso para completar ligação viária à Cidade Desportiva

Redação
Política \ quinta-feira, setembro 14, 2023
© Direitos reservados
Obra que visa facilitar acesso de quem se desloca para os equipamentos desportivos de São Tiago de Candoso ou para o Multiusos tem preço base de 2,2 milhões de euros e prazo previsto de um ano.

Discutida em sessões anteriores da reunião do executivo municipal e também da Assembleia Municipal, a conclusão da ligação entre a rua do Reboto, em São Martinho de Candoso, e os equipamentos da designada Cidade Desportiva, em São Tiago de Candoso, vai ser lançada a concurso público.

Numa das propostas da agenda da reunião de Câmara desta quinta-feira, o município de Guimarães publica o início do procedimento relativo à obra, apresentando um preço base de 2,2 milhões de euros. A autarquia prevê investir 1,75 milhões dessa soma em 2024 e os restantes 445 mil euros em 2025. Já o prazo de vigência previsto para o contrato de execução da obra é de 365 dias – um ano, portanto.

O troço em causa constitui uma alternativa ao atual trajeto mais curto para quem se desloca à Cidade Desportiva a partir da A7, através da rotunda de Mouril, em Silvares, ou de vários núcleos populacionais do concelho de Guimarães – Pevidém, Ronfe ou Brito, por exemplo. Esse trajeto inclui a rua da Vista Alegre e a rua das Casas Novas, artérias estreitas que constrangem a circulação automóvel nos dois sentidos.

Em 2020, a Câmara promoveu a construção da ligação entre as rotundas de Mouril e do Reboto, de cerca de 400 metros de extensão. A então designada “minivariante” foi aberta ao trânsito em 16 de dezembro, após oito meses de obras, num investimento que rondou o milhão de euros. A obra inscrita na proposta que será discutida e votada na reunião de Câmara desta quinta-feira afigura-se como o prolongamento dessa via até à Cidade Desportiva.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73