skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
18 maio 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Ministra da Justiça anunciou construção do Campus de Justiça de Guimarães

Bruno José Ferreira
Política \ quinta-feira, maio 04, 2023
© Direitos reservados
Anúncio feito após o conselho de ministros. Serão investidos 19 milhões de euros em instalações judiciais no distrito, em obras em Braga e Fafe, e na construção de uma nova estrutura em Guimarães.

A ministra da Justiça, Catarina Sarmento e Castro, anunciou esta quinta-feira a construção do Campus da Justiça de Guimarães, numa conferência de imprensa que teve lugar em Braga na sequência do conselho de ministros descentralizado que foi realizado no distrito.

Catarina Sarmento e Castro frisou que foram aprovadas obras integrantes do Plano do Edificado para a Justiça, que compreendem obras no Palácio da Justiça de Braga, na sede de comarca, e também em Fafe.

No que a Guimarães diz respeito, a ministra garantiu que o conselho de ministros aprovou a construção de um novo edifício m Guimarães, ou seja o Campus de Justiça que está projetado desde 2019, altura em que foi assinado um protocolo entre a Câmara Municipal de Guimarães e o Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos de Justiça, que previa que a construção estivesse pronta em março de 2022.

Recorde-se que recentemente este assunto gerou controvérsia, uma vez que a comarca de Braga do Tribunal Judicial, organismo que tutela a justiça no distrito, aconselhou no seu relatório anual – referente a 2022 – a transferência integral do Juízo Central Criminal de Guimarães para Vila Nova de Famalicão. No entender desta entidade “esta alteração, permitiria uma melhor racionalização dos meios disponíveis, no que concerne às instalações”. No cerne da intenção estão as más condições do edifício ondes está instalada a Vara de Competências Mistas, em Creixomil.

O projeto do Campus de Justiça de Guimarães ascende a 10 milhões de euros, sendo que as intervenções aprovadas esta quinta-feira compreendem 19 milhões de euros para infraestruturas judiciais.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73