skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
22 abril 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Madson, o talismã da intermitência cónega

Redação
Desporto \ sábado, fevereiro 24, 2024
© Direitos reservados
Saltitando entre derrotas e vitórias, o Moreirense viajou até ao Algarve para conquistar três pontos frente ao Farense. A jogar uma hora em superioridade, Madson deu nova vitória pela margem mínima.

Derrota, vitória. Derrota, vitória. Derrota, vitória. Derrota, vitória. Numa caminhada intermitente, em que tem intercalado derrotas com triunfos, o Moreirense FC venceu na tarde deste sábado por uma bola a zero no Estádio de São Luís, em Faro, cimentando o sexto posto da classificação.

Um golo de Madson, ainda na primeira parte, foi suficiente para o conjunto de Rui Borges voltar aos triunfos num embate em que jogou praticamente uma hora em superioridade numérica, após Mattheus Oliveira ser expulso por indicação do VAR numa entrada violenta sobre Fabiano.

Esse foi, apenas cinco minutos após o único golo do encontro, um dos momentos do jogo, a simplificar a tarefa dos cónegos. A equipa de Guimarães foi mais incisiva, teve mais capacidade na tomada de decisão e, já depois de ameaçar de pontapé de bicicleta, Madson bateu Ricardo Velho num lance em que o guarda-redes ainda faz uma primeira defesa.

O brasileiro, que já tinha sido o autor do golo do triunfo sobre o Desportivo de Chaves, há duas jornadas, voltou a ser decisivo, sendo que a conjunto de Moreira de Cónegos teve, depois de marcar, capacidade para gerir as incidências do jogo.

Na segunda metade, mesmo em inferioridade numérica, o Farense ainda conseguiu ter capacidade para dar um ar da sua graça, quanto mais não seja pela forma mais agressiva como abordou o jogo, mas sem capacidade, ainda assim para por em causa a estabilidade do Moreirense.

Com Castro a estrear-se a titular no Moreirense FC, Elves Baldé acabou por ser um dos jogadores mais em foco na segunda parte, mas do lado do conjunto algarvio, com a entrada de Zé Luís para o ataque a dar mais capacidade ofensiva ao Farense.

Mas, tal como referido, o Moreirense nunca deixou que a vantagem mínima estivesse em causa, somando mais três pontos na sua caminhada. Os cónegos voltam a estabelecer uma margem de sete pontos para o Arouca, que segue embalado no sétimo lugar e, à condição, voltam a aproximar-se do Vitória SC. Estão a dois pontos.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: