skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
25 fevereiro 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

“Motivada, ambiciosa, corajosa”: a equipa que Rui Borges pede com o Benfica

Tiago Mendes Dias
Desporto \ sábado, dezembro 02, 2023
© Direitos reservados
O técnico crê que o Moreirense pode ombrear com o líder do campeonato e até se superiorizar caso mantenha o equilíbrio que a tem definido, sabendo quando defender e quando atacar.

As paragens nunca são agradáveis quando uma equipa vive um “momento positivo”, mas Rui Borges vê no Moreirense uma equipa capaz de fazer sobressair a marca de água que mais a caracteriza neste campeonato: o equilíbrio. Protagonista de um ciclo de cinco triunfos nos últimos seis jogos para o campeonato, apenas interrompido pela eliminação da Taça de Portugal ante o Paredes, a formação de Moreira de Cónegos está disposta a acumular mais pontos para a Liga Portugal Betclic num duelo da 12.ª jornada que opõe o quinto e o primeiro classificado da tabela, marcado para as 18h00.

“Encaramos o jogo com respeito pelo adversário, a tentar perceber os pontos fortes e os pontos fracos, sabendo que jogamos em casa, perante os nossos adeptos. Vamos jogar contra uma grande equipa e uma equipa grande. São os jogos mais fáceis para motivar os jogadores, no discurso. O adversário tem de estar ciente de que vai encontrar uma equipa motivada, ambiciosa e corajosa, que não se cansa de ganhar”, disse, na antevisão ao desafio.

Sem tecer qualquer comentário sobre o momento atual do Benfica, o timoneiro dos verdes e brancos lembrou apenas que o oponente de domingo está repleto de “qualidade individual e coletiva”, circunstância que exige aos seus jogadores que saibam quando atacar e quando defender.

“Esperamos ser uma equipa audaz, bem ciente dos momentos do jogo, sempre bem organizada, a perceber que temos de estar coesos e organizados no momento defensivo, de e que forma podemos ferir o adversário no momento ofensivo, de forma mais vertical ou em posse. Temos sido uma equipa muito equilibrada”, acrescentou.

Camacho está de volta às opções, mas os médios Ofori, habitual titular, e Wallisson são baixas, devido a castigo. Rui Borges descarta, todavia, qualquer preocupação nesse sentido; jogadores como Rúben Ismael e os Carlos Ponck e Gilberto Batista estão preparados para suprir essa ausência, podendo até oferecer coisas diferentes ao jogo.

“Estou muito tranquilo nesse sentido. Continuamos a ser a mesma equipa. Quem jogar ali está preparado para jogar. Quem jogar ali vai acrescentar coisas diferentes do Ofori. O Ofori tem muitas qualidades, mas quem entrar pode acrescentar coisas positivas. É preciso perceber o que cada um pode dar dentro de uma ideia de jogo que é sempre a mesma”, vincou.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #67