skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
30 maio 2023
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Heliporto do Hospital de Guimarães “vai funcionar brevemente”

Bruno José Ferreira
Saúde \ quinta-feira, maio 11, 2023
© Direitos reservados
Processo foi articulado entre o ministro da saúde e o presidente do conselho de administração do hospital, a semana passada. Em causa um investimento entre 30 e 50 mil euros.

O heliporto do Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães vai voltar a funcionar “brevemente”, deu conta esta quinta-feira Domingos Bragança, na reunião de câmara. Esta valência da unidade hospitalar está há muito sem funcionar, sendo que em 2019 perspetivou-se que estava em fase de licenciamento.

Contudo, no decorrer do presente ano o heliporto do Hospital de Guimarães não consta na lista da ANAC (Autoridade Nacional de Avaliação Civil) como um dos heliportos que solicitou pedido de licenciamento.

Hugo Ribeiro, vereador da oposição, trouxe este tema à discussão depois de já o ter feito em 2019, lembrando que em 2020 o governo anunciou a intenção de reabilitar os heliportos hospitalares, sendo que recentemente “a presidente da ANAC – Tânia Cardoso Simões – indicou doze heliportos prioritários”.  O vereador questionou se o Senhora da Oliveira está entre esta lista de heliportos prioritários, complementando que, para além de “poder salvar vidas” acaba por não ser “dignificante ter os voos desviados para o campo de futebol de um concelho vizinho”.

Em resposta Domingos Bragança frisou que esta não é uma competência do município, lembrando que o hospital tem um conselho de administração, que “dialoga com o presidente da câmara.

“É uma questão importante”, disse o líder máximo do município, sendo que de acordo com o que foi conversado entre o presidente do conselho de administração do hospital, Henrique Capelas, e o ministro da saúde, Manuel Pizarro, “vai funcionar brevemente”.

Segundo Domingos Bragança é necessária uma verba entre os 30 e os 40 mil euros, “não é muito grande”, frisou Bragança, sendo que “o heliporto está assegurado pelo ministro da saúde”, vincou.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #51