skipToMain
ASSINAR
LOJA ONLINE
SIGA-NOS
Guimarães
15 junho 2024
tempo
18˚C
Nuvens dispersas
Min: 17
Max: 19
20,376 km/h

Festa das sopas, caldos e papas. "Balanço positivo: excedeu expetativas”

Redação
Sociedade \ segunda-feira, novembro 20, 2023
© Direitos reservados
Pela Cooperativa Agrícola de Guimarães passaram mais de 3 mil pessoas no fim-de-semana e o espaço “chegou a ser exíguo”. Feedback positivo leva a que já se pense em melhorar para o ano.

Abrantes, Tomar, Covilhã, Soure, Alijó. “O Festival de Sopas, Caldos e Papas extravasou as fronteiras de Guimarães e estiveram cá pessoas de vários pontos do país”, dá conta Mário Machado, presidente da Confraria Terras de Vimaranes, enquanto na Cooperativa Agrícola de Guimarães se vão desmontando mesas e outros materiais.

Este espaço, em Creixomil, foi palco, durante o fim-de-semana, da primeira edição do Festival de Sopas, Caldos e Papas de Guimarães, cujo balanço é “extremamente positivo”, para o principal responsável pela organização do evento. “Excedeu as nossas expetativas”, destaca o chef Mário Moreira.

Há, até, um pequeno ponto negativo que ajuda a complementar este “grande sucesso”. Pela cooperativa passaram, apontam, “mais de três mil pessoas”: “O espaço acabou por ser exíguo, no sábado entre as 18 horas e as 21 horas não se via o chão. Impressionante”, aponta, acrescentando que “para uma segunda edição já estamos a pensar em condições diferentes” porque “no sábado o recinto lotou completamente, não cabia mais ninguém e havia gente que queria comer e não tinha sítio para se sentar”.

Na semana anterior ao evento a Confraria Terras de Vimaranes teve de recusar inscrições, e o feedback de restaurantes e quintas com os seus vinhos que tiveram stands neste evento foi também ele animador. “Toda a agente fez bons negócios, quer cozinhas quer mesmo as quintas e venda de doces, conseguimos promover o que de melhor temos em Guimarães”, sustenta.

“Partimos um pouco a ver o que ia dar, porque foi a primeira vez, mas houve muito trabalho no terreno, com associações, restaurantes, participantes, tivemos uma boa programação, o tempo ajudou. Foi um grande evento, que nos deixa satisfeitos”, atesta Mário Moreira.

Com sensivelmente um ano de existência, este foi o primeiro grande evento da Confraria Terras de Vimaranes, sendo, por isso, considerado um “momento de afirmação, determinação e continuidade nos nossos propósitos, que estão na base desta instituição: a defesa dos produtos vimaranenses”, concluiu.

Podcast Jornal de Guimarães
Episódio mais recente: O Que Faltava #73